LOGIN DE MEMBROS

Fundo
 
Facebook
Instagram
YouTube
MEO Kanal
Twitter
PRÓXIMAS ACTUAÇÕES
Não há actuações brevemente
SEGUE-NOS NO FACEBOOK
CD PARA LÁ DOS PALCOS
Para lá dos palcos
NEWSLETTER TEUP
Para subscrever a nossa newsletter por favor introduza o seu e-mail:
NOTÍCIA
XIX FITA - Um festival diferente...
12 Maio 2006

Na passada quarta-feira, dia 10 de Maio, voltou a cumprir-se tradição em mais uma edição do FITA

A Tuna de Engenharia participou naquele que é o seu festival de eleição, pelo ambiente fantástico que rodeia este certame.

A festa começou durante a tarde, quando um ensaio na faculdade se transformou numa verdadeira actuação, com público internacional, palmas e fotos. Foi sem dúvida um suplemento de energia inigualável. Por falar em suplemento de energia, no final do ensaio decorreu uma mega-lancharada onde não faltaram as febras, o chouriço assado e o bom vinho. De alma e barrigas cheias, seguiu-se então caminho para o Coliseu. Sendo os primeiros a actuar, o tempo escasseava. Ao contrário do temido conseguimos estar a horas no evento e a sala já se encontrava cheia para assistir ao espectáculo.

Com todas as condicionantes a nível de som, resultantes de sermos os primeiros a actuar, a TEUP apresentou-se sem sombra de dúvidas, ao seu melhor nível. Foram 31 minutos de uma festa com 60 e tal pessoas em palco e outras 3000 na plateia. É difícil escolher os momentos mais altos, mas a serenata conjunta entre a tuna e o público, com o coliseu a ajoelhar-se em peso perante as suas donzelas, e o instrumental Czardas foram sem dúvida alguns deles. O público correspondeu de forma inigualável o que fez com que a vontade de sair do palco fosse tão pouca, que os 25 minutos regulamentares foram largamente ultrapassados e o pano começasse a ser fechado com o espectáculo ainda a decorrer… facto que não impediu a nossa saída pelo meio do coliseu a tocar o já tão desejado: Pito da Maria!! De realçar ainda a apresentação ao coliseu da nova Tunete da TEUP, a Leonilde, que apesar de magra e calada, recolheu a aprovação unânime da comunidade masculina presente. Fica então a esperança de futuras aparições…

A actuação continuou nos camarins onde conhecemos o “Mourinho das Tunas” e onde perante as câmaras da TV, respondemos à pergunta – “O que é preciso para entrar na Tuna de Engenharia?” – com aquilo que fazemos melhor… uma serenata, transmitida mais tarde no Portugal no Coração.

A Tuna seguiu então para um restaurante das redondezas, e aí a festa atingiu o seu auge, com música, alegria… e alguma comida… um aprendiz ganhou o seu novo nome – Pénalte – nome conquistado com grande labor e toda a justiça!

Após uns parabéns e serenata ao mais alto nível, voltámos para o Coliseu, onde esperavam todos os nossos amigos.

Ao fazer uma festa com o público o tempo de palco estendeu-se um pouco… assim como as penalizações daí resultantes, daí não termos trazido prémios de acrílico para casa… mas trouxemos de certeza o maior prémio – o carinho, respeito e reconhecimento do público do Coliseu, que ficou bem patente no Hino de Engenharia cantado a plena voz pelos Engenheiros e futuros Engenheiros presentes nas bancadas aquando a atribuição do prémio de Melhor Tuna.

Para TODOS eles, o nosso muito obrigado.

A noite seguiu em destino secreto (ou não) tendo a TEUP ganho mais dois Tunos (7 Contos e Esfregona) e 4 caloiros!

Foi, em suma, uma festa em grande!!!

Para todo o público do FITA, para todas as Tunas lá presentes, o nosso muito obrigado!

Somos todos nós que vamos mantendo acesa esta festa tão especial, que vai resistindo a uma cultura consumista e facilitista, que se vai mantendo e crescendo como uma das maiores demonstrações de Academismo no Porto!

Até breve!!!!…